Pascoal Manuel Mocumbi
Político moçambicano nascido a 10 de Abril de 1941, na cidade de Maputo. Iniciou os seus estudos universitários em Medicina na Universidade de Lisboa e, pouco tempo depois, mudou-se para França, onde continuou a estudar na Universidade de Poitiers até 1963. Contribuiu activamente para a fundação da FRELIMO em 1962 e, no ano seguinte, interrompeu os estudos para se tornar membro do Comité Central da FRELIMO e chefiar o Departamento de Informação e Propaganda do movimento.

Só em 1967 voltou a estudar, desta vez na Universidade de Lousanne na Suíça, país onde trabalhou como médico assistente no Hospital de St. Loup e se tornou especialista em Internato Geral. Recebeu também o Diploma de Planificação Sanitária em 1975, em Dakar, no Senegal.

De volta ao seu país, desempenhou funções de médico e de director em várias instituições de saúde. Foi também Coordenador da Base Nacional da Beira durante a Campanha Nacional de Vacinações, que qualificou Moçambique para a erradicação da varíola, e colaborou na elaboração do relatório sobre a Saúde no Mundo (OMS, 78-79).

A sua participação política mais activa teve início em 1980, quando se tornou Ministro da Saúde, passando depois, em 1987, a ocupar o cargo de Ministro dos Negócios Estrangeiros até 1994, altura em que passou a Primeiro-Ministro, tendo sido reeleito em 1999. É membro de várias associações, como a Associação Médica de Moçambique, a Associação Moçambicana de 
Defesa da Família, a Associação dos Combatentes da Luta de Libertação Nacional, a Associação Moçambicana de Saúde Pública e a associação nova-iorquina International Women Health Coalition. F
oi condecorado com a Ordem Grande Cruzeiro do Sul (Brasil, 1992) e com o Grau Cruz - Ordem de Bernardo O'Higgins (Chile, 1993).
05-01-2015